O Livro da Minha Vida II

Author: Hugo Torres / Etiquetas:


Lembras-te do Livro? Acabou.
Não há mais páginas a relembrar
Ao meu ser que nunca amou,
Que mais lágrimas há para chorar.

Oh, que fim trágico este!
Um tal livro de sonhar
Onde tentava contemplar
UM amor que nunca me deste!

Quantas vezes te prometi
A água, o Sol e a Lua
E tantas terras de Marfim?

Em quantas noites eu vi
Em tua alma nua
A suavidade do cetim?

Uma! Duas! Três!
Três facadas nomeu peito!
Agora, tu o que vês?
Orgulho e alegria em teu jeito...

Quatro! Cinco! Seis!
Seis facadas de traição!
Fazes as tuas leis
Sem pena de prisão!

Queima as páginas uma a uma
Pois o livro escrito a pluma
Acabou, já não mais serve,
Tal como o meu amor
Que, de tanto fulgor,
Para sempre se perde.

Peço-te, sai da memória,
(Quero ter Glória!)
Assim, rápido como o espanto!

Sai, não quero mais ler
De novo o livro do meu ser
E repetir todo um pranto...

0 comentários: