Vomito-me

Author: Hugo Torres / Etiquetas:


Pouca luz, sujidade,
O odor é intenso e nada agradável;
O dia e a noite esquecem-se entre quatro paredes.

Não há mundo, está diluido num extremo
Conceito de narcisismo paradoxal que é a solidão.

Assola-me a vontade
De vomitar o meu corpo
Para um molde mais perfeito.

1 comentários:

Van disse...

Perfeito, Hugo.
Palavra por palavra.
Irretocável.

Beijucas