Palavras

Author: Hugo Torres / Etiquetas:

As palavras e os actos perduram no
tempo como cordas infindáveis. Ficam cravadas
na cronologia do mundo e do ser e da consciência
e da consequência do dizê-las.

As palavras não se esquecem, caem em terra firme,
não se esquecem e são mágicas e encerram o peso do mundo.

As palavras amam-se
em frases
infinitas.

0 comentários: